Tatuagem é coisa séria

Tenho duas. Uma rosa dos ventos e uma frase. A quantia de pesquisa que eu fiz pra cada uma seria digna de um TCC.

A rosa dos ventos eu me arrependo um pouco do design… Lembra um pouco uma estrela do caos ou, como um adorável amigo disse assim que eu saí do estúdio, um alvo. Ainda assim, adoro o significado que eu criei pra ela.

Um detalhe que incomodou muita gente foi o fato de eu não ter escrito os pontos cardeais. Bem, não chamo esse blog de “perdidit” a toa. Sempre tive um pouco essa sensação de estar perdida, de não saber muito bem o caminho. A rosa dos ventos sem a direção, pra mim, é o símbolo da pessoa perdida.

Além disso, tem toda a relação com viagem, navegação, desconhecido e tudo mais que rosas do vento representam.

A segunda tatuagem, como eu disse, é uma frase. “Mundus silet hic”. Falei com quatro tradutores de latim, um deles sendo eclesiástico, para ter certeza da tradução. Todos eles me apresentaram mais de uma opção, me explicando o que cada termo significa.

“Mundus” é, claramente, “mundo”. Mas não apenas mundo, é como se fosse um plano. Teríamos diversos planos, dependendo da mitologia que você quiser seguir. “Silet” é a origem da palavra “silêncio”. “Hic” por sua vez significa “aqui”.

“Aqui o mundo silencia”.

Acabo de me dar conta que já fiz um post falando dessa tatuagem.

De qualquer forma, estou pensando muito em fazer uma terceira. Queria que ela simbolizasse o tempo, a finitude das coisas. De certa forma, que representasse a morte também, mas não aquela morte triste e sombria. A morte que eu falei no post Memento Mori.

Cheguei a conclusão que gostaria de tatuar uma caveira mexicana.

O dilema fica aberto… Não tenho nenhuma origem mexicana, sequer já visitei o México. Só acho uma cultura linda, mas também não conheço ela tão a fundo.

Sem falar que a maioria dos desenhos são meio grosseiros, é difícil encontrar um suave…

Preciso encontrar uma justificativa pra essa tatuagem.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Tatuagem é coisa séria

  1. Caveiras mexicanas <3 acho lindo esse jeito de lidar com e até mesmo celebrar a morte! Já tive vontade de tatuar uma também mas não consegui pensar em nada pra justificar hahaha mas também se fosse tatuar tudo o que eu queria iria ser um gibi ambulante.

    Mas como você disse: tatuagem é coisa séria.

    Beijos nee-chan ❤️

    • Gibis ambulantes, como não amar? xP
      Adoro arrumar as justificativas, elas fazem com que eu ame ainda mais minhas tattoos. Mesmo que zoem com elas, dizendo que o traço ficou muito grosso/fino ou que parecem algo que não sou, eu sei o significado escondido, e nada tira o valor delas. <3

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s