Propaganda de Cerveja

Uma busca rápida no Google por “propaganda de cerveja” mostra o estereótipo da propaganda cervejeira brasileira que todo mundo sabe: mulher pelada.

Tipicamente, a cerveja é um produto consumido pelo público masculino. Branco, 30 anos, heterossexual, classe média, e por aí. Um perfil bem conhecido, mas que poucas pessoas de fato se encaixam.

Tava na dúvida se falava bem ou se falava mal. Mas estou afim de me livrar da vibe negativista, então vou falar bem. Escolher três propagandas de cerveja que eu acho geniais, e que me fazem ter vontade de experimentar as marcas. E eu não gosto de cerveja.

1. Cerveja Crystal

A primeira propaganda que eu lembro de ter visto onde colocaram a mulher como protagonista, independente e, por que não?, safada. Lembro de ter ficado muito surpresa e feliz por ver a representação dessa mulher aí, que bebe cerveja e se diverte indo em clubes de strip.

Mas, bem… Pesquisando, descobri que é a continuação de um primeiro vídeo, onde o marido dela está no bar acompanhado de… mulheres, lindas e com ultra decotes. No entanto, tem humor e surpreendeu. Usou storytelling pra atingir tanto ao público masculino e feminino. É engraçada e conta uma história.

Gostaria de parabenizar a Y&R, mas não vou. Fizeram uma merda tão gigantesca com a propaganda da Itaipava esse ano que eu só cito pra dar créditos mesmo.

2. Bohemia

Uma propaganda tirando sarro de propagandas e publicitários! GENIAL!

Gosto muito dessa, acho bem trabalhada, fora do convencional, valorizando a qualidade do produto. Não sei nem o que acrescentar, acho que ela é tão auto explicativa que eu estaria sendo tremendamente redundante.

A única coisa que eu não entendo muito bem é o “eu trabalho aqui há 150 anos”… Fico confusa. Ela é velhinha, mas tanto?

Responsabilidade da Almap, que merece admiração por usar genuinamente a criatividade.

3. Viva o Bar

Atualmente é a minha propaganda favorita. Talvez porque me cause nostalgia. Não que eu exatamente frequentasse bares e bebesse cerveja, mas saia para pubs com amigos e a gente acabava bebendo alguma coisa. E conversava, e aí surgiam ideias mirabolantes. E a Brahma ter capturado essa essência… Bem, é por isso que eu gosto de propaganda. A percepção de uma coisa que esteve sempre ali. Eles poderiam ter feito como já fizeram milhões de vezes e ter colocado alguma modelo oferecendo cerveja para algum famoso que fosse a matriz do público (homem, branco, 30 anos, classe média, heterossexual…), mas a agência teve o cuidado de parar e dizer “não, não vou fazer como todo mundo está fazendo” e trazer algo emocional. É uma propaganda que me dá muita saudade de sair com meus amigos e dar risada enquanto bebemos qualquer coisa. Juro que saber que a Brahma percebeu isso faz com que ela tenha um lugar no meu humilde coraçãozinho, mesmo não sendo consumidora do produto dela. É uma propaganda que faz com que eu me sinta feliz.

Meus sinceros agradecimentos e parabéns ao pessoal da agência África por terem criado essa campanha.

Anúncios

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s