Dark Souls

Okay, eu sou nerd.

Talvez não no sentido original da palavra, já que meu boletim acadêmico está recheado de 5 e 6, mas eu sou obsessivamente curiosa, gosto de seriados, filmes, games e ultimamente tenho até me aventurado no mundo das HQs.

Dos games, meus favorito é… Na verdade é Red Dead Redemption, porque a história se encerra de uma maneira épica. Mas, uma vez que você termina, está encerrado. Skyrim foi o que eu joguei por mais tempo. Eu acho que fechou, sem brincadeira, umas mil horas. Eu tinha setecentas horas jogadas quando deu problema no HD do PS3 e perdi tudo (inclusive de Red Dead), e agora já tenho muitas de novo.

Claro, depois de mil horas, eu cansei de Skyrim.

Então li alguma lista que falava dos melhores jogos, escolhidos por votação dos usuários. Skyrim estava no topo da lista, então eu confiei. Red Dead Redemption também aparecia, assim como alguns outros títulos que eu conhecia.

Eis que na rabeira da lista aparece Dark Souls. Eu já tinha esse jogo… Já tinha tentado jogar. Eu já tinha morrido uma dezena de vezes quando desisti.

Mas se a lista elenca meus dois jogos favoritos de todos os tempos e mais uma porrada de jogos que eu sei são bons pra caramba… Vamos tentar.

Dark Souls é um jogo do demo. Não demoníaco, não com influências satânicas, nada no espectro religioso. É só do demo.

“Pra jogar Dark Souls você tem que se acostumar a morrer, Mari, morrer faz parte da graça do jogo” alguns dos meus amigos disseram.

Tá. Depois de quarenta minutos já me acostumei a morrer.

Só que, cada vez que você recupera os seus pontos de vida ou morre e renasce, todos os seus inimigos renascem também (mais fortes, eu desconfio, porque só vai ficando mais e mais difícil).

E você perde

todos

os

seus

pontos

acumulados.

Não existe economia de pontos, você gasta quando pode.

Mas, adivinha o que mais?

Pra gastar os seus pontos, você precisa recuperar os seus pontos de vida. Ou seja, seus inimigos renascem pra você usar os pontos.

E eu não tenho como ser sorrateira, não tenho magia de ficar invisível, porra, eu nem tenho um arco (flechas, acredite, eu tenho, só não tenho a porcaria do arco).

Então, eu repito. Jogo do demo.

Anúncios

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s