Aquelas histórias

É dolorido pensar nas histórias que eu não terminei. Não necessariamente as que eu não terminei de escrever, mas as que eu não terminei de elaborar.

A maioria dos meus personagens são como sem-tetos, sem um lugar para chamar de lar. Vagueiam pelo mundo da inspiração, esperando que um dia eu simplesmente sente e imagine o que acontece com eles, entenda os acontecimentos e elabore.

Sempre lembro da Ana Paz. Fazendo Ana Paz foi um livro que eu comprei por acidente. É da Lygia Bonjuga, uma escritora gaúcha. O livro não tem sequência cronológica nem uma história propriamente dita. É como um desabafo da Lygia, que não conseguiu encontrar uma história para a Ana Paz, que ficou sem ter onde morar.

No final, a Lygia pede desculpas, e diz que espera que a aquela história, meio sem jeito, seja quentinha e aconchegante o bastante pra Ana. Que ela sabe que não é o esperado, mas não podia deixar a Ana Paz sem uma história, mesmo que fosse uma história diferente do que ela queria e, confessa, um tanto confusa.

Leah, Zack, Anna, Marion, Nylla e todos os outros que eu não consegui sequer dar um nome ainda. Desculpem-me. Quero muito criar uma história para vocês viverem, não quero que vocês sejam mais sem-tetos.

Não é nem para ser publicada, como eu já quis uma vez. É só para vocês terem o lugarzinho de vocês mesmo.

Vou me esforçar mais.

Prometo.

Anúncios

Um pensamento sobre “Aquelas histórias

  1. Eu sempre digo que não consigo escrever histórias, mas ao mesmo tempo não me esforço muito pra isso. Mas um dia eu chego lá. Espero que você também consiga dar um lar pra todos esses alguéns que você já criou ;)

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s