Amigas

Eu tenho basicamente dois tipos de amigas. Aquelas que se acham superiores e aquelas que me acham superior.

Aquelas que se acham superiores podem não se achar superiores em todos os aspectos, talvez apenas em uma ou outra coisa, mas é o bastante pra darem uma risadinha pelo nariz enquanto pensam algo como “coitadinha, ela nunca vai entender isso” e passam metade do tempo esperando eu falar alguma besteira para me corrigir.

Aquelas que me acham superior tendem a despejar todos os problemas da vida delas no meu colo, não necessariamente esperando um conselho ou alguma coisa, mas para que eu veja que a vida delas também é interessante. Na verdade não há necessidade desse ‘também’, visto que minha vida não é muito interessante, mas elas imaginam que seja.

De maneira geral, eu tenho mais facilidade de lidar com aquelas que se acham superiores. Penso que seja um complexo de inferioridade, algum resquício de algum trauma de infância que eu não consegui deixar de lado. As que me acham superior acabam me cansando por falta de auto-estima, mas eu tento ajudá-las de uma maneira ou de outra porque penso que elas sofrem do mesmo pseudo complexo de inferioridade que eu.

Mas existem raras amizades que me tratam tanto como igual quanto como diferente. Deixe-me explicar. Amigos que entendem que eles não são melhores que eu e também não acham que eu sou melhor que eles, que ouvem as minhas histórias porque acham elas interessantes e contam as histórias deles porque acham que eu as acharei interessantes, que não ficam emburrados quando eu rio por eles dizerem merda e riem junto, me deixando confortável o bastante pra dar risada também das merdas que eu falo, ao invés de ficar constrangida e querer me trancar no meu quarto.

Enfim, geralmente esse tipo de amigo é homem. Acho que pela diferença entre homens e mulheres eles me veem como um ser diferente, não um concorrente, o que é um pouquinho de um alívio, na verdade.

No entanto, há algumas mulheres que são capazes de se esse tipo de amiga que não compete.

E é divertido.

Não sei muito bem como agir e fico esperando o momento em que elas vão tentar puxar o meu tapete, mas é divertido.

Sim, eu ainda tenho um pé atrás, mas é muito legal poder falar de igual pra igual, sem dramas e sem luta de egos.

Anúncios

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s