Clube da Luluzinha

Então chegou o Tubby, pra dar um tapa na cara das mulheres. Mas um tapa bem dado, daqueles mexicanos, que joga o cabelão e a mulher perde o equilíbrio.

Eu admito que achei o Lulu engraçado. Principalmente porque os meus amigos e, hum, ~interesses~ não tinham nota lá. Entretanto o aplicativo tem um bug de pegar alguns perfis femininos, e duas amigas minhas estavam lá… Mas amigas mesmo, daquelas que a gente xinga e depois abraça. Precisei zoar (embora tenha falado com elas antes e depois da zoada). Depois, numa festa, uns amigos, homens, pediram o meu celular pra ver a nota deles e pediram para eu intervir, avaliando-os. Hum.

Antes disso já tinha dado um drama com a minha irmã, quando ela viu a nota que alguém atribuiu pro namorado dela. O próprio namorado não gostou do esquema. Eu entendo que eu, como solteira, veria mais utilidade no aplicativo e, falando sério, a tag #arrotaepeida é hilária. Mas também entendo como que eles, namorados de anos, acham aquilo um absurdo e infantil.

(sem falar das meninas que avaliavam mal pra se vingar, eita infantilidade)

Então achei curioso os meus amigos ficarem tão eufóricos com o negócio e loucos pra conseguir uma boa nota. Avaliei eles, então, e fiquei monitorando alguns outros amigos e interesses (raramente havia alguma mudança, acho que não deu tempo do aplicativo ficar famoso aqui ainda).

Aí veio o tal de Tubby. Uma proposta de um aplicativo idêntico, mas para homens avaliarem as mulhers. Nada menos justo. Até eu ver as tags que diziam que iam aparecer. #engoletudo, #bacalhoada, #analgiratorio. Me soou meio pesado. Ainda acho as tags do Lulu (#4e20, #escrotocomemeusamigos, #nãosabefritarumovo, #filhinhodamamãe) inocentes, e estava com a inocente impressão que o Tubby seguiria os moldes de ironia sagaz.

Mas é. Caí na trollada. E só aí percebi que o Lulu, com suas tags engraçaralhas, é tão babaca quanto o Tubby seria. Achei genial a sacada dos caras e virei fã deles, e gostaria de pedir desculpas a eles por ter entrado no Lulu depois de ter visto como que era.

Anúncios

Um pensamento sobre “Clube da Luluzinha

  1. Nem tive curiosidade de acessar o Lulu. Mas vi uns comentários sobre ser uma bobagem mesmo. Algumas pessoas vieram me perguntar sobre a “opinião das feministas, zzzzzzzzzz…”, chega me dá preguiça. Isso quando o Tubby “chegou”. Concordo contigo: acho bacana que ambos existam. Mas que mantenham um nível de respeito. Não apenas nas classificações, mas também em quem não deseja estar lá. Lulu sofreu com isso: tinha gente sendo avaliada que nem tinha baixado o app. Acho que o próprio Lulu nos faltava com respeito. Nem tanto quem estava lá dentro.
    Abraços.

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s