Scrubs

Scrubs é o meu seriado favorito de todos os tempos.

Teve 8 temporadas (mais uma tentativa de relançamento que não vingou) geniais. Os personagens continuaram com a mesma essência, as piadas no mesmo nível e o JD sempre foi um idiota afeminando. E eu amo ele por isso.

Comecei a assistir há alguns anos, logo que a gente assinou Sky aqui em casa. Achei hilário e quando comecei a minha ~conta~ na ~locadora suéca~, assisti tudo. De um pulo. E choro muito no último episódio.

Que se foda que você não quer spoilers, tô falando do meu relacionamento com o seriado.

O que mais me emociona no final (e me irrita na tentativa de continuação) é que não termina. Claro, termina aquele momento, mas eles seguem em frente com as vidas deles (com uma música muito chata, mas perfeita). O que realmente acontece no final, o que me deixa com vontade de me esconder dentro do armário e chorar até o mundo acabar, é que eles crescem.

Eles não são mais aqueles idiotas do episódio piloto. Céus, faz muito tempo que eles não são mais aqueles idiotas. Eles tem um emprego fodástico, tem filhos, se tornaram relativamente bem resolvidos consigo mesmos. Mas o passo final, que é seguir em frente e abandonar o conforto da ~juventude~ só acontece no episódio 18 da 8a temporada. É ali que o telespectador vê a mudança toda, e vê o quanto ele mesmo mudou enquanto assistia. O quanto pequenas discussões são ridículas, mas necessárias. O quanto as pessoas riem da tua cara porque você é maluco, querendo você ou não, e a sua única escolha é rir junto. O quanto a vida é injusta e que só se consegue sobreviver se você der risada (da sua própria cara, principalmente).

Aprendi muito com Scrubs e me engasgo até hoje. Ainda quero decorar algumas citações, porque eu acho necessário. E gostaria muito de conseguir um autógrafo do Bill Lawrence, do Zach Braff, do Donald Faison, da Judy Reyes, da Sarah Chalke, do John McGinley e do Neil Flynn um dia.

“Nada nesse mundo que valha a pena vem fácil.”

“Acho que a maneira mais fácil de perder alguma coisa é querer ela demais.”

“Não dá pra desapegar da sua criança interior. Veja bem, é a sua criança interior que te impede de enlouquecer de vez.”

“Eu não penso muito sobre o futuro. Quer dizer, fala sério, não dá pra adivinhar o que vai acontecer. Mas, algumas vezes, o que você não espera é exatamente o que você sempre quis. Talvez a melhor coisa a se fazer seja parar de tentar entender para onde você está indo e aproveitar aonde você está.”

“Eu não acho que as pessoas são feitas para serem elas mesmas. E é por isso que se você achar alguém que você goste, é importante deixar as pequenas coisas de lado, mesmo que você não consiga deixar elas completamente de lado. Porque nada é pior do que se sentir sozinho, não importando o tamanho da multidão ao seu redor.”

“O problema das pessoas que só querem o que não podem ter é que, quando elas conseguem o que elas querem, elas não querem mais.”

“Tenho pensado muito sobre correr riscos, e como isso é sobre superar os seus medos. Porque a verdade é que cada vez que você corre um grande risco na sua vida, não importa como termina, você sempre fica feliz por ter arriscado.”

“Acho que tudo é sobre como nós queremos ser vistos pelos outros. Algumas pessoas querem ser vistas como rebeldes. Algumas pessoas só querem ser vistas, ponto. (…) Já eu, foi só quando eu parei de me preocupar com como as pessoas me viam que eu passei a ser visto melhor.”

(e eu vou ter que re-re-re-reassistir mais uma vez, com um caderninho pra anotar essas citações geniais <3 )

Anúncios

Um pensamento sobre “Scrubs

  1. A única série completa que assisti na vida foi Gilmore Girls, me julgue.
    Foi um seriado bem chatinho. Mas eu senti a mesma coisa que você: a gente percebe que todo mundo cresce, inclusive nós mesmos.
    Mas não me sinto muito melhor por isso agora.
    Abraços.

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s