Second Thoughts

Eu tenho pensado muito em viagens.

mundo

 

Talvez seja porque a desagradável da minha amiga que trabalha em uma agência de viagens me mandou uma mensagem perguntando “Mari, não quer fazer um intercâmbio social? Dura entre oito e doze semanas!” e eu tenha dito que não.

Não que eu não esteja interessada, mas eu estou com outras prioridades. Quero me formar, conseguir um emprego com remuneração (estágio voluntário não faz o brique) e aí eu volto a viajar.

Mas tô frustrada porque a área que eu escolhi não é necessariamente conhecida por possibilitar viagens. Ainda mais se eu seguir com a minha ideia de ficar.

Claro que isso é não é obrigatório. Olha meu pai, por exemplo. Ele é agrônomo e viaja pra cacete. Quem diria que um agrônomo teria oportunidades de viajar pra lá e pra cá a seu bel prazer? Não tem que ficar na fazenda cuidando das plantações?

Pois é. A resposta é ‘não, não tem que’.

Então um publicitário tem que ficar na agência 50 semanas de 52? Até hoje eu acho que a resposta é sim. E mesmo com todas essas teconologias novas surgindo, eu seria extremamente contra um contato virtual com um cliente. Uma coisa é deixar as culturas de soja, trigo e milho sozinhas por algumas semanas. Dá pra saber o que uma planta vai fazer, não é como se ela tivesse muitas opções. Já, as pessoas, os clientes… Sabe quanta merda uma pessoa pode fazer em duas semanas? Em uma? Em algumas horas? É complicado.

Aí eu olho pra trás e penso em Letras. Aaah… Poderia viajar acompanhando alguém em traduções ou até mesmo ensinando português em diferentes países. Só que aquele maldito preco

nceito que eu tinha de ser professora. Escroto da minha parte além do que palavras podem expressa.

Ou até mesmo Agronomia, fazer como o meu pai.

Mas vamos lá, fé. Ainda vou fazer um mochilão por esse ponto azul com uma câmera decente e um canal legal no YouTube.

Até lá, eu fico aqui, perdida em um lugar que eu conheço melhor que qualquer outro.

Sentindo uma falta absurda de Nova York, Las Vegas, Salt Lake City, Miami, Sydney, Melbourne, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Cusco, Arequipa, Caracas, Isla Margherita, Havana, Valparaíso, Santiago, Buenos Aires, Montevideo, Cairo, Londres, Paris, Tokyo, Perth, Pequim, Hong

Kong, São Petesburgo, Moscou, Dubai, Cidade do Cabo, São Tomé e Príncipe, Wellington, Auckland, Barcelona, Lisboa, Istambul, Madri, Piza, Roma, Casablanca, Marrakech… E todos os outros lugares que eu conheço e ainda não conheci.

Pensando bem, eu deveria ter estudado pra ser comissária de bordo e/ou piloto de voos comerciais.

Anúncios

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s