24/30

O amor de Alex por mim é um capítulo à parte, a história que eu estou contando agora é a de como eu e Alex deixamos de ser zumbots e essa é uma história de amizade, muita amizade.

Enquanto eu era levada pelo Dr. Oliver, um enfermeiro genérico carregava um Alex desesperado para a direção oposta. Talvez o enfermeiro fosse forte, mas talvez fosse apenas que Alex estava fraco demais pra conseguir se livrar. Tudo que o meu primeiro, único e eterno namorado conseguia fazer era gritar o meu nome.

 – Diana! Não! Diana!

Ou talvez isso seja apenas do que eu gosto de me lembrar.

Eu só me dei conta de que eu era realmente um zumbot quando já estava em casa, no meu quarto, revisando a minha proposta de monografia. Liloca não queria ficar no meu colo e chiava toda vez que eu chegava perto.

Salvei o arquivo e imprimi. Quando fechei a janela do editor de textos pude ver a foto do meu papel de parede. Clarice havia tirado aquela foto há muito tempo. Foi no dia que o Alex me pediu em namoro. Ele me dava um beijo na bochecha enquanto eu escondia meu rosto com as mãos.

Eu lembrava de como havia me sentido feliz naquele dia. Lembrava de como eu me sentia feliz ao ver aquela foto. E por que eu não estava me sentindo feliz daquela vez? O que era aquele frio estranho que eu sentia no peito, onde o meu coração costumava ficar?

Foi dessa vez que Lenina, a Diana que costumava ser humana, apareceu pela primeira vez na minha consciência, como um fantasma das minhas memórias. Alex, ela sussurrou e eu entendi. Alex havia partido e, junto com ele, estava o meu coração.

Por mais que Lenina gritasse dentro de mim, eu não lhe dava atenção. Ela era a Diana quando humana, e eu agora era uma zumbot. Aquele frio no meu peito me perturbava e troquei o papel de parede pela foto de um lago qualquer com alguns cisnes. Desliguei o computador e Lenina se perguntava se Alex estaria desligado também. Eu a mandei calar a boca e fui dormir com as bochechas estranhamente úmidas.

 

***

 

No outro dia, o frio no meu peito continuava e eu sentia fome. Tomei café e a fome desapareceu, mas o frio continuava lá. A campainha tocou e eu vi Alice, Helena e Clarice pelo olho mágico.

– Oi. – Eu disse, sem emoção, quando abri a porta. As três entraram juntas e me abraçaram, todas ao mesmo tempo.

– Di! – Alice disse, meio engasgada. – O Alex está desaparecido! Onde você estava?

Enquanto elas me abraçavam, eu senti o frio no meu peito diminuir. A Lenina dentro de mim estava repugnada enquanto eu me alimentava do amor de minhas amigas de longa data.

– Espera. – Helena me soltou do abraço. – Tem alguma coisa errada com você, Diana.

 

Era uma vez 29 blogueiras solitárias. Há um ano elas decidiram não ser mais solitárias e fundaram a Máfia. Como um ano não é pra qualquer um, elas resolveram celebrar contando uma história meio maluca sobre zumbots, amores eternos e amizades.

A história começou lá no dia primeiro, com a Rafa, até chegar ontem na Rúvila e passar pra mim. Amanhã a bomba é da Milena.

 

Desculpa, Mi, mas esse tipo de história é uma bola de neve e uma vez que começa continua sem que nós possamos fazer nada para impedir. Por favor, salve a nossa Diana!

Anúncios

5 pensamentos sobre “24/30

  1. Mariii!
    Desculpa se deu trabalho de continuar!
    Gostei do que você fez :) As amigas vão perceber que tem algo errado com a Diana e vão ajudá-la! s2

    Acho q no meu texto ficou mal explicado mas a minha ideia era que Lenina fosse o nome da Diana-zumbot, não deixei isso claro o suficiente :( Droga.

    beijos

    • Que nada, Ruvs, são ossos do ofício! ;)
      Não acho que o teu texto tenha ficado mal explicado não, acho que fui eu que não entendi direito o negócio dos nomes! Ai, ai, só faço confusão. :P

  2. Pingback: Reconheça-me, salva-me. (27/29) « Frases mais azuis

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s