Quem você gostaria de conhecer?

Há algum tempo, alguém perguntou quem eu gostaria de conhecer, se eu pudesse escolher qualquer pessoa.

Bem. Era uma entrevista para um instituto de pesquisa (é, eles realmente existem), e os meus colegas também foram entrevistados. Eles todos responderam na hora, a maioria com o nome de artistas ou atletas famosos. Só uma amiga minha (pseudo) intelectual respondeu que queria conhecer o Sarkozy.

Eu travei.

Quem diabos eu gostaria de conhecer? Tá, muita gente. JK Rowling, pra começar. Douglas Adams, de certeza. Einstein? Zooey Deschanel? Peter Jackson? Baudrillard (nem sequer tinha ouvido falar dele na época, mas quero me fingir de cult)? Shakespeare? Madre Teresa? Quem???

Sério que eu não consegui responder. Queria conhecer todos esses, mas… E se eu pudesse escolher só um?

Não respondi. Dei uma risadinha sem graça para o pesquisador e disse que não sabia. Ele riu de volta de anotou alguma coisa na prancheta.

Eu nunca tive ídolos. Eu nunca me inspirei em apenas uma pessoa.

Sei lá porque vim falar isso aqui.

Sempre vi as pessoas, todas as pessoas, como passíveis de defeitos e virtudes. Claro que eu nunca vou ser um Stephen Hawking da vida, mas não acho que eu seja menos que ele em qualquer sentido. Me vejo diferente, apenas. E vejo essas pessoas que tanto inspiram os outros como apenas humanas, que se deram bem em algum aspecto. Por isso tenho dificuldade em idolatrar alguém, quando eu sei que provavelmente eles também colocam o dedo no nariz quando ninguém tá olhando.

Acho absurdo se espelhar em apenas uma pessoa. Mesmo que seja a sua mãe ou seu pai ou seu avô ou seja lá quem for. A melhor coisa é ter em mente que você é uma pessoa única, diferente de todos… Ao mesmo tempo em que tem que lembrar que as outras pessoas são iguais a você.

Ah, malditas contradições. Mas a lição foi passada.

Chega.

Dica de livro

Ídolo Teen, da Meg Cabot

Anúncios

Um pensamento sobre “Quem você gostaria de conhecer?

  1. Concordo com você.
    Quando idolatramos alguém só estamos afirmando que elas são superior a nós, o que é uma mentira U.U.
    Mas queria muito que meu coração parasse de me desobedecer quando vê alguém famoso ou “importante”. Ele simplesmente dispara, que absurdo.
    Ah! Uma pessoa que eu queria muito conhecer acho que eu mesma, talvez.
    Parabéns pelo texto.

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s