Revolucionários de Sofá

De acordo com a Glenda, essa minha revolta é crise de mal amada. E pode até ser que seja… Provavelmente é, mas isso não muda nada.

Revolucionários de Sofá

Você, revolucionário de sofá

Hoje (que na verdade amanhã, porque eu estou escrevendo esse post ontem) é o dia de vários pseudo-cults e até alguns cults verdadeiros postarem no Facebook que participaram da marcha contra a corrupção. E eu não sei como eu me sinto quanto a isso.

Não dá para a ter a minha cidade como base, tudo bem, mas eu vou dizer o que acontece aqui. Meia dúzia de pessoas que realmente se importam vão para as ruas, acompanhada de políticos que querem criar uma imagem de “conscientes” e pessoas que só vão para fazer fundurço (a.k.a. anarquistas). É. O que deveria ser um movimento contra a corrupção acaba se tornando uma forma de “melhorar” a imagem pública de alguns indivíduos.

Mas, tudo bem. Porque, por mais que seja com bilhões de interesses por trás, essas pessoas pelo menos levantaram das cadeiras/sofás/camas, saíram da frente dos computadores e fizeram alguma coisa. Uma coisa meio idiota e que eu não acho que vá ter algum efeito, mas fizeram.

Quem me irrita, de fato, são as pessoas que compartilham as imagens divulgando o evento e acham que já fizeram o bastante. Que acham que uma hashtag no Twitter é o bastane para mudar o mundo.

Não sei, quero falar sobre tantas coisas, mas também não quero que o post fique gigantesco.

A ACAPA, que tem quatro mil ‘amigos’ (!) no Face e que dá para contar nos dedos quantos ajudam.
O comodismo dessa geração. Ou talvez nem seja da geração, seja dos brasileiros mesmo…
As pessoas que dizem que a mídia manipula e saem, lépidas e faceiras, dizendo isso na Internet, sem perceber que a Internet TAMBÉM é mídia e manipula e corrompe muito mais que televisão, jornal, rádio e mídias alternativas juntas.

Sei lá. Talvez a Glenda esteja certa e eu só precise me apaixonar. Mas, hoje, eu não tô achando o mundo muito legal, não…

As vezes eu acredito demais nas pessoas… E as vezes eu perco completamente a fé nelas.

Dica de vídeo
Ajude Oziel
(mas sem ver só a parte de pedir ajuda
por alguém que precisa, também analisa
o que ele fala sobre hashtag e atitudes)

Anúncios

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s