Criada em Cativeiro

Existem alguns momentos em que a mente está simplesmente vagando por aí e dá de cara com alguma ideia. Não cabe a mim dizer se essa ideia é boa ou ruim… Eu só me deparei com ela e achei interessante.

Nunca entendi muito bem a sociedade (e é por isso que eu gosto tanto das aulas de sociologia, porque aí começo a entender), pra começar, a escola. É cruel arrancar as crianças do seio da família só para jogá-las em um ambiente cheio de outras crianças, com a desculpa de “aprender”. Mais cruel ainda é, depois de tantos anos nesse sistema, arrancar essas crianças, que agora são pseudo-adultos, das salas de aula e jogá-las na faculdade. Só para o ciclo se repetir mais uma vez e, então, elas ficam perdidas no mundo, sem saber como agir…

Baumam teria muita coisa pra dizer sobre esse assunto, mas, enfim.

Pensando nisso, me veio a metáfora do cativeiro na cabeça. Nascemos livres, somos criados em cativeiro para aprendermos como viver em liberdade. Soa paradoxal, e é mesmo. Já disse que acho cruel, por um lado, mas também acho que tem funcionado razoavelmente bem pelos últimos séculos, então… Quem sou eu para questionar?

Seguindo essa linha, é claro, eu pensei em uma história. Sobre uma mulher chamada Glória Serafini (primeira vez na história que o nome foi a primeira coisa que surgiu, #2012), recém formada em medicina veterinária. Ela sempre viveu nesse mundo seguro, nesse cativeiro, até conseguir um emprego dos sonhos longe da família e dos amigos e tudo mais. Quando ela sai, ela se depara com esse choque de realidade acadêmica e realidade real. Um romancezinho não correspondido (por parte dela) com o amigo que indicou ela para a vaga do emprego e mais algumas outras coisas.

Não tive tempo de pensar em tudo, o ônibus chegou em casa antes da história terminar na minha cabeça.

Pensando de novo, a história parece meio tosca. Mas eu gosto da metáfora…

Dica de história
O quarto de ninguém

Anúncios

Um pensamento sobre “Criada em Cativeiro

Não me siga, eu também estou perdida.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s